Overclock Extremo

Ryzen 7 5800X – Overclock extremo (LN2) e resultados 2D e 3D

No último dia 5, a AMD lançou a nova geração dos Ryzen, representada pela linha 5000 e cuja maior novidade foi a introdução da arquitetura Zen3, que além dos ganhos consideráveis de IPC também trouxe a unificação das CCX em um único “grupo” contendo oito núcleos e 32 MB de cache L3 unificados, reduzindo assim a latência efetiva e melhorando o desempenho em aplicações sensíveis a esse parâmetro… Continue lendo!

Artigos CPUs

Ryzen 7 5800X – Arquitetura, resultados e overclock

Desde o lançamento dos Ryzen em 2017, a AMD tem mantido firme o propósito na execução do seu “roadmap”, apresentando sempre novos processadores com uma cadência de lançamento praticamente anual, no caso, isso começou com os Ryzen “Zen” série 1000, que eram fabricados em 14 nm e o primeiro produto realmente competitivo lançado pelo fabricante após anos patinando com os Bulldozer e derivados… Continue lendo!

Overclock Extremo

Crosshair VIII Impact e Ryzen XT – Overclock extremo (LN2) e resultados

Alguns meses atrás, fiz uma sequência de posts e inclusive um vídeo a respeito de overclock extremo nas minhas amostras de Ryzen XT (3900XT, 3800XT, 3600XT) e também do R3 3300X e na ocasião dos testes dos “XT”, disse que a “eficiência” da Crosshair VII Hero nos benchmarks estava deixando a desejar provavelmente por alguma questão na última bios, que é a que oferece suporte aos “XT”… Continue lendo!

Artigos CPUs

ClockTune for Ryzen – Impressões e primeiros testes

Como é de conhecimento de todos, os Ryzen, desde a sua primeira geração, apresentam ganhos consideráveis de desempenho ao se fazer o ajuste fino das memórias e inclusive, isso foi mostrado aqui na página no review dos Ryzen XT, no entanto, esse não é exatamente um processo amigável para o usuário comum, afinal de contas, diferentes chips se comportam de maneira distinta… Continue lendo!

Artigos CPUs

Opteron 6238 ES – Apresentação, testes e overclock extremo

Alguns dias atrás, foi publicado aqui no site um artigo de primeiras impressões da Jingsha X89, que se trata de uma placa-mãe chinesa para o socket G34, portanto, dedicada as CPUs da antiga linha de processadores para servidores da AMD, chamados de “Opteron” e naquela ocasião, acabei por não realizar nenhum teste, afinal de contas, a CPU ainda não havia chegado… Continue lendo!